Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos quer ouvir de imediato obstetra

O Conselho Disciplinar da Ordem dos Médicos quer ouvir com urgência o médico que não detetou as malformações do bebé que nasceu sem rosto. Em cima da mesa está a suspensão preventiva do obstetra, que será decidida pelo conselho disciplinar. O que se sabe é que já havia queixas anteriores contra o mesmo médico.

Sobre "Jornal das 8"