Cordão humano pela segurança na escola onde um professor foi agredido

Pais, alunos, funcionários e professores da Escola Professor Galopim de Carvalho, em Queluz, fizeram esta segunda-feira um cordão humano em frente ao portão do estabelecimento.

Sobre "Jornal da Uma"