Primeiro-ministro não quer falar do combate às chamas e diz que só o fará quando estiverem extintas