Covid-19: Algarve considera suspender as férias de médicos e enfermeiros

No Algarve o número de infeções e internamentos por covid-19 tem crescido nas últimas semanas. O representante dos autarcas diz que é preciso coragem para endurecer as medidas durante os próximos 15 dias e encerrar as atividades como casamentos, batizados e festas de finalistas. Já a administração do Centro Hospitalar diz que se os números continuarem a subir os médicos e enfermeiros não vão poder ter férias no verão.

Sobre "Jornal da Uma"