Covid-19: "Já não há funerais e os crematórios estão cheios" em Bérgamo, na Itália

Itália vive momentos dramáticos. Em Bérgamo, no epicentro do surto no país, as autoridades afirmam que o número de mortos é superior do que o relatado. A situação é de tal forma grave que obrigou a entrada de meios militares na cidade para transportar para os arredores dezenas de corpos que os cemitérios locais já não conseguem cremar.

Sobre "Jornal da Uma"