Covid-19: Merkel diz que Portugal precipitou-se a abrir portas e agora está a pagar por isso

A chanceler alemã Angela Merkel diz que o crescimento da pandemia em Portugal podia ter sido evitado se as limitações à entrada de estrangeiros no país não tivessem sido levantadas tão cedo. A maioria dos novos casos são da variante Delta, que está a causar um grande aumento de internamentos e mortes no Reino Unido e na Rússia, entre outros países. As autoridades indianas noticiaram agora a existência de uma outra variante, relacionada com a primeira.

Sobre "Jornal da Uma"