Covid-19: OMS admite que se chegue "aos dois milhões de mortos" antes da vacina

Vivem-se dias difíceis no que diz respeito aos números da covid-19 na Europa. Reino Unido, Holanda, Polónia e Ucrânia atingiram os números mais altos de sempre.

Boris Johnson reconheceu que a humanidade foi apanhada a dormir.

Já a Organização Mundial de Saúde admite a possibilidade de se atingir o número de dois milhões de mortos em todo mundo, antes de uma vacinação generalizada.

Sobre "Jornal da Uma"