Cristina tem VIH e negaram-lhe um seguro de saúde

Como foi avançado pelo jornal Público, o Partido Socialista alterou o âmbito do projeto-lei que dita o fim da discriminação de quem superou o cancro no acesso a créditos e seguros.

Se for aprovada, a lei vai abranger pessoas com doenças crónicas, como diabetes, VIH e hepatite, desde que tenham o risco de saúde mitigado.

A medida vai permitir que mais de um milhão de portugueses, que tenha superado um cancro ou tenha a doença controlada, deixem de ser discriminados no acesso ao crédito.

Sobre "Jornal da Uma"