"De repente, há dinheiro para tudo aquilo para o qual nunca houve dinheiro"

Pedro Santos Guerreiro analisou, esta quinta-feira, na TVI24, as medidas anunciadas pela Governo, para conter o impacto económico da pandemia em Portugal.

O comentador da TVI sublinhou a ideia de que parece "não existir um plano" mas sim um "livro de cheques", afirmando que, caso se tratasse de um plano eleitoral em situação normal, teria de ser classificado como "irresponsável e despesista". 

 

 

Sobre "21ª Hora"