"Declarações de Dijssebloem são racistas e inaceitáveis"

Marcelo subscreve críticas do Governo e Parlamento portugueses ao presidente do Eurogrupo. Jean-Claude Juncker diz que Dijsselbloem "não pensa realmente aquilo que disse".