Defesa considera que arguida de 90 anos não teve noção dos crimes que cometeu

A mulher, a presa mais velha de Portugal, foi detida em novembro do ano passado e está em preventiva no estabelecimento prisional de Tires. Está acusada de burla qualificada, tentativa de burla, falsificação de documentos, associação criminosa e branqueamento.