Desabamento no metro: "O buraco que tínhamos ontem já está tapado"

Foi aberto um inquérito para apurar as causas do incidente no Metro de Lisboa que provocou quatro feridos na tarde de terça-feira.

A parte de cima do túnel, na zona da Praça de Espanha e que está em obras há varios meses, abateu e atingiu uma composição que passava naquele momento com  cerca de 300 passageiros.

O presidente do conselho de administração do Metropolitano de Lisboa, Vítor Domingues dos Santos, prestou declarações aos jornalistas esta manhã. 

Sobre "Diário da Manhã"