Arresto de bens no Desportivo das Aves

A Guarda Nacional Republicana rebocou esta quinta-feira o autocarro da equipa principal do Desportivo das Aves, bem como outros bens que estão no estádio, com base numa providência cautelar movida pela construtora Engimov à SAD dos avenses.

Fonte do clube revelou à Lusa que foram penhoradas cadeiras, uma secretária e uma televisão, tudo material que estava nos escritórios da SAD, liderada por Wei Zhao e gerida por Estrela Costa, acionista da «Galaxy Believers».

A GNR pediu que nada fosse levado dos escritórios, mas os administradores acabaram por levantar algumas pastas e documentos e abandonaram o estádio por volta das 13h00, sob contestação de meia centenas de adeptos.

O pedido do arresto de bens foi da Engimov, empresa responsável pela construção do centro de estágios do Desp. Aves, que está agora parada. A construtora exige uma verba em atraso superior a 400 mil euros, de um investimento inicial que estava previsto ser de 3,6 milhões de euros.

Este é mais um episódio da longa semana que o Desp. Aves tem vivido. Refira-se que já esta quinta-feira ficou a saber-se que a direção do clube deu entrada em tribunal com uma ação judicial a pedir a destituição dos órgãos sociais da SAD.