«Não faço promessas, mas muitos amigos já me disseram que deixam de fumar comigo»

Antes do particular com Israel, Fernando Santos afirmou que deixava de fumar para ganhar o Euro 2020, mas esta quinta-feira esclareceu que não prometeu que deixaria de ser fumador se isso vier a acontecer.

Ainda assim, e em declarações ao Canal 11 à chegada à Hungria, o selecionador nacional, revelou que já vários amigos lhe disseram que o acompanhavam na decisão de largar o tabaco.

«Muitos amigos já me mandaram mensagem a dizer que deixam de fumar comigo, mas eu não faço promessas, tenho é uma forte convicção», afirmou.

O técnico de 66 anos deu conta do estado de espírito para a prova na qual Portugal vai defender o título conquistado em 2016: «Não sou muito de sonhar, sou mais de convicções. Vimos bem preparados, a equipa está coesa, unida, com muita vontade. Agora vamos preparar o jogo com a Hungria, que é o mais importante agora. Estou convencido que vamos apresentar-nos em muito boas condições.»

«Acredito que vão estar mais portugueses do que pensávamos. Isso é sempre bom, estamos habituados, em França já era assim. Estamos preparados para dar mais uma alegria aos portugueses», acredito.

IMAGENS CANAL 11