O resumo da vitória do Liverpool frente ao Ajax, com erro crasso de Onana

Dois em um. Com Diogo Jota a titular, o Liverpool venceu o Ajax por 1-0 em Anfield e não só garantiu o apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões, como fechou as contas no diz respeito à luta pelo primeiro lugar do Grupo D.

O duelo entre ingleses e holandeses foi «rasgadinho» e o resultado final foi curto para o que as duas equipa produziram. Três remates aos ferros (dois para o Liverpool e um para o Ajax), Kelleher, estreante dos reds na Liga dos Campeões, a brilhar numa das balizas e Onana capaz do melhor e do pior na outra.

O único golo do jogo foi marcado aos 58 minutos por Curtis Jones, médio de 19 anos que se estreou a marcar na Champions ao aproveitar um excesso de confiança de Onana, convencido de que uma bola que lhe passava por cima se ia perder pela linha de fundo.

Diogo Jota saiu a cerca de 25 minutos do apito final, dando lugar a Firmino, relegado pelo português para o banco de suplentes. Por essa altura, o Liverpool era cada vez mais letal. O Ajax, que pouco antes do golo sofrido atirara ao poste por David Neres, assumiu as despesas do jogo com bola e os reds punham em prática a vertigem ofensiva que tanto os caracteriza e podia ter ampiado a vantagem por mais do que uma oportunidade.

Ainda assim foi do Ajax a última soberana ocasião golo. Já perto do tempo de compensação, o veteraníssimo Huntelaar viu Kelleher negar-lhe o empate.

O Liverpool chega aos 12 pontos no Grupo D e o Ajax (7) vê-se ultrapassado pela Atalanta (8), que quase foi surpreendida na receção aos dinamarqueses do Midtjylland (1-1), que tinha zero pontos à entrada da 5.ª jornada e estiveram a escassos minutos de sair dela com três.

IMAGENS ELEVEN SPORTS

Sobre "Liga dos Campeões"