"Percebi perfeitamente o que me queriam dizer"

No interrogatório no Tribunal Central de Instrução Criminal, na fase de instrução do processo eToupeira, Paulo Gonçalves por que tinha documentos de Hernâni Gonçalves, o ex-árbitro assistente que foi trabalhar para o Sporting.