Dezenas de milhares de venezuelanos exigem entrada de ajuda humanitária

O governo de Nicolás Maduro recusa abrir as fronteiras. Mas o líder da oposição, Juan Guaidó, garante que a ajuda estrangeira vai começar a ser distribuída em força a 23 de fevereiro