Dioceses de Lamego, Porto e Santarém não querem Comissão para investigar abusos sexuais

A estratégia da igreja portuguesa para prevenir e combater crimes sexuais é o principal assunto em discussão na reunião da Conferência Episcopal, que começa amanhã. As dioceses de Lisboa e Setúbal já anunciaram que vão avançar com comissões para responder a casos de abusos sexuais na igreja. Porto, Lamego e Santarém defendem que não se justifica.