Doente com HIV foi considerado curado em Londres

É o segundo paciente que é declarado curado funcionalmente. Quer isto dizer que os médicos precisam de mais tempo para declarar a cura oficial. Neste segundo caso, o doente não apresenta vestígios de infeção há 18 meses. No primeiro caso, um paciente tratado em Berlim, os vestígios começaram a desaparecer em 2012 quando foi submetido a um transplante de medula óssea para tratar um cancro