Doentes graves de Coimbra obrigados a deslocarem-se entre edifícios

Centenas de doentes graves e sem mobilidade, com consulta marcada num edifício dos Hospitais da Universidade de Coimbra, são obrigados a deslocar-se para um outro edifício para realizar análises de sangue.

A administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra garantiu à TVI que em breve estará disponível um espaço para realizar as colheitas junto dos serviços onde os doentes têm consulta, bem como a realização do transporte do sangue de um local para o outro.

Sobre "Jornal da Uma"