“Dois cães tinham mau aspeto, os outros estavam em condições normais para galgos“

Morreu um dos cães retirados ao cavaleiro João Moura, suspeito de maus-tratos a animais. A família garante que a magreza extrema dos cães está relacionada com doença e não com negligência. O caso levou também o Governo a defender que o bem-estar animal é uma das prioridades da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

Sobre "Jornal da Uma"