Droga a bordo: polícia investiga empréstimo das chaves do avião

As chaves terão sido emprestadas pela própria empresa dona do avião privado, a portuguesa OMNI.

O empresário de São Paulo justificou o pedido das chaves com o querer mostrar o interior do avião a uma mulher, mas a polícia liga esse facto ao crime, por coincidir com os dias em que a aeronave terá sido carregada com a droga.