Droga no avião seria do "Escobar brasileiro"

No caso do avião da droga, a PJ e a Polícia Federal do Brasil acreditam que a droga escondida na fuselagem do aparelho pertencia ao chamado "Pablo Escobar" brasileiro. Trata-se do major Carvalho, o mesmo a quem pertenciam os 12 milhões de euros apreendidos dentro de um carro numa garagem de Lisboa, em novembro do ano passado

Sobre "Jornal das 8"