Drone filma mar de sangue deixado nas Ilhas Faroé depois da morte de 175 baleias

Um grupo de caçadores matou, no domingo, 175 baleias-piloto nas Ilhas Faroé, no Oceano Atlântico.

Trata-se de uma tradição que dura há centenas de anos e que é conhecida como "Grindadraps" ou "Grind".

Os caçadores atraem as baleias para a costa, encurralando-as com auxílio dos barcos, e depois matam-nas com arpões, lanças e facas.

A Sea Shepherd - uma organização cujo foco é a conservação dos animais marinhos - colocou um drone no local e revelou imagens impressionantes. 

Sobre "Notícias"