Drones para combate aos fogos estão atrasados e falharam os primeiros incêndios

A nova ferramenta para a prevenção e combate a incêndios deveria ter entrado ao serviço a 21 de julho. São 12 drones adquiridos pelo Governo, mas só devem estar operacionais a partir de terça-feira.

Sobre "Jornal das 8"