E se, em Portugal, se passasse a trabalhar só quatro dias por semana

A Microsoft, no Japão, reduziu a semana de trabalho de cinco para quatro dias e o resultado superou as expetativas: a produtividade aumentou 40%.

Em Portugal, a realidade é diferente: trabalha-se muitas horas, mas produz-se pouco.

Sobre "Jornal da Uma"