António Ramalho: reestruturação rápida do Novo Banco custará menos dinheiro

A situação do Novo Banco não cessa de supreender e consumir dinheiro.

O presidente da instituição, António Ramalho, afirmou esta sexta-feira que quanto mais depressa for feita a reestruturação, menos dinheiro irá custar.

A declaração surge numa altura em que o fundo Lone Star, dono do Novo Banco, discute com o Governo a possibilidade de condensar numa única tranche, todas as futuras injeções de capital do fundo de resolução.

Sobre "Jornal das 8"