Costa rejeita planos de Centeno para um orçamento da zona Euro

Primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta sexta-feira divergências com o presidente do Eurogrupo e também ministro português das Finanças, Mário Centeno, sobre o orçamento da zona euro, devido à “fórmula mal desenhada” deste instrumento, mas afastou “constrangimentos”.

 
Sobre "Jornal das 8"