Crise nos passeios de barco no Algarve: "Tínhamos uma média de 90 pessoas e agora temos 10 ou 15"

Muitos comerciantes começam a reabrir os seus negócios, mas o fraco fluxo de turistas resulta num forte prejuízo para o setor dos passeios de barco. Para os visitantes, a pouca afluência e as regras implementadas resulta numa maior sensação de segurança.

Sobre "Jornal da Uma"