Défice português aguarda veredicto de Bruxelas

O ministro das Finanças, Mário Centeno, espera convencer Bruxelas de que Portugal não deve ser alvo de sanções por não ter cumprido a meta do défice de 2015. E responde a Passos Coelho dizendo que o défice ultrapassou, e muito, o limite acordado. (Vasco Rosendo)