Eurogrupo: "Se for uma pressão de ar, não serve para nada"

 

O eurodeputado Paulo Rangel admitiu esta quinta-feira não estar otimista com o resultado da reunião do Eurogrupo e afirma que, com a demora na aprovação de uma solução comunitária, já deviam ter sido comunicados mais detalhes sobre o fundo de recuperação económica.

Em título de exemplo, Rangel explica que ainda não se conhece em termos concretos qual irá ser a repartição entre empréstimos e subvenções.

Sobre "Notícias"