Governador: "Erros graves" na avaliação do FMI a Portugal

O gabinete de avaliação do Fundo Monetário Internacional concluiu que o resgate a Portugal teve erros, e que as projeções de crescimento para a economia portuguesa foram excessivamente otimistas. O Governador do Banco de Portugal já reagiu. Carlos Costa contesta o relatório e denuncia "erros graves" de avaliação. (Isabel Semedo)