Governo promete medidas para impedir ilegalidades na greve da Ryanair

No primeiro dia de greve dos trabalhadores da Ryanair, o Governo garante que vai tomar medidas perante as ilegalidades cometidas pela companhia aérea. O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil considera que a empresa está a cometer um crime, ao substituir os trabalhadores em greve e que a lei laboral portuguesa deve ser imediatamente aplicada aos tripulantes.

Sobre "Notícias"