Governo vai dispensar empréstimos europeus de 15,7 mil milhões de euros

Portugal vai dar prioridade à aplicação dos subsídios europeus, dispensando, por agora, os empréstimos que acrescem à dívida pública. O primeiro-ministro e a presidente da Comissão Europeia apresentaram em Lisboa as prioridades dos planos de recuperação e resiliência.

Sobre "Jornal da Uma"