Linhas de crédito: banqueiros alertam para excesso de burocracia 

 

Os principais banqueiros portugueses alertam para o facto de ser praticamente inevitável a falência de empresas, devido à crise provocada pela Covid-19. Ouvidos no parlamento, BPI, Millenium BCP e Santander disseram estar na linha da frente no apoio à economia e dizem que, se há atrasos na disponibilização das linhas de crédito, a culpa é do excesso de burocracia.

Sobre "Jornal das 8"