Ministra do Trabalho quer acordo global sobre política de rendimentos

A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho disse que quer ouvir as diferentes perspectivas dos parceiros sociais e, em função da análise e da meta do salário mínimo de 750 euros para 2023, quer ter um acordo "global sobre política de rendimentos e competitividade, que é crucial para o desenvolvimento do país".

Sobre "Notícias"