Ministra garante que "há compromisso" para acordo sobre rendimentos e competitividade

Mas as negociações esperam-se difíceis, a julgar pelos desentendimentos sobre o salário mínimo. A UGT apoiou a decisão do Governo, mas a CGTP considerou o valor insuficiente

 

Sobre "Jornal da Uma"