"Não queremos discutir números, facto é que Autoeuropa parou"

Reação do sindicato aos números de adesão à greve dados pela empresa, que mantém a intenção de trabalho aos sábados