“Não sou otimista por acaso, eu auscultei o país”

O plano de recuperação económica para os próximos dez anos foi apresentado esta manhã. Para António Costa Silva, a construção e modernização de infraestruturas serão essenciais para que o país possa recuperar da crise gerada pela pandemia e aumente a sua competitividade.

O gestor defende ainda uma intervenção do Estado nas empresas estratégicas que se encontram em dificuldades económicas. Costa Silva diz, no entanto, que este processo deve seguir critérios rigorosos para evitar "resolver o problema atirando dinheiro".

Sobre "Jornal das 8"