Pedro Pardal Henriques, porta-voz do Sindicato dos Motoristas de Matérias Perigosas, diz que o sindicato está pronto para voltar a sentar-se à mesa das negociações, após a ANTRAM dizer que está disponível para nova mediação. E garante que o sindicato está a "fazer o levantamento de todas as ilegalidades" que ocorreram durante a greve e que irá "pedir à justiça para responsabilizar todos os que não cumpriram o que deveriam ter cumprido".