Precários: aval integração "devidamente fundamentada" a partir de 2017

Deputados aprovaram as alterações ao Orçamento do Estado para 2017 que permitem o recrutamento dos chamados precários ao serviço do Estado. No próximo ano, as empresas públicas poderão contratar pessoal a tempo incerto e a termo. A proposta teve os votos contra de PSD e CDS/PP que falam em eleitoralismo e de uma medida com custos indefinidos para o Estado