Primeira emissão do ano obriga a pagar mais juros

A primeira emissão do ano, não sindicada, ou seja, não colocada junto da banca, obrigou a um esforço maior em matéria de juros. Portugal emitiu Obrigações do Tesouro a 5 e 7 anos e as taxas subiram nas duas maturidades. Mesmo assim, e apesar de não ter atingido os 1.250 milhões previsto de colocação, dizem os analistas que a procura foi robusta. (Texto Diana Catarino, Edição de imagem Pedro Madeira)