Teixeira dos Santos sobre a CGD: "Não me arrependo"

Na comissão parlamentar de inquérito à CGD, o antigo ministro das Finanças de Sócrates afirmou que não se arrepende de ter nomeado Vara e Santos Ferreira como administradores. Mas sublinhou que é responsável apenas pela escolha e não pelos atos de gestão