Tribunal de Contas diz que Autoridade Nacional de Resolução não é independente

O Tribunal de Contas acusa o Governo e o Banco de Portugal de não estarem a cumprir a lei no que toca à Autoridade Nacional de Resolução, criada para agir em caso de falência bancária.

Os juízes dizem que a autoridade de supervisão não passa de mais um departamento do banco central, o que põe em causa a independência do órgão.

Sobre "Notícias"