Mesmo com fraca infraestrutura, o turismo não tem parado de crescer nos últimos anos, com uma predominância cada vez maior para o PIB português. O grande desafio para os próximos anos chama-se mão de obra. Vão ser precisos 40 mil trabalhadores. Agora que se aproxima o verão, o Algarve é de novo o exemplo das muitas dificuldades que existem para contratar na hotelaria e restauração.