Eleições na Madeira: «Presença de Passos era um grande estorvo»

Jerónimo de Sousa diz que o primeiro-ministro «teria dificuldades em explicar ao povo madeirense as razões desta da dupla penalização que resultou do pacto de agressão para a região»