"Em pouco mais de um mês, 48 mil pessoas procuraram a Cáritas"

O presidente da Cáritas portuguesa, Eugénio Fonseca, disse esta segunda-feira a Marcelo Rebelo de Sousa que a instituição já foi procurada por cerca de 50 mil pessoas desde o início da pandemia.

Em média, no ano passado, a instituição atendia 12 mil pessoas. Hoje, revela a Cáritas, "temos uma evolução de 40%".

Sobre "Notícias"