Empresa portuguesa de fruta "feia" aumenta produção em 35% durante pandemia

Nos setes meses de pandemia, uma empresa de Sátão aumentou a produção em 35%. A grande maioria do produto que vende é para exportação.

Vende fruta, mas fruta "feia", aquela que não vai para consumo direto.

Sobre "Jornal da Uma"