Empresa que pagou viagem a João Loureiro sob suspeitas

No caso de João Loureiro, que continua no Brasil, a TVI revela hoje que a empresa que terá pago a viagem de jato privado ao antigo presidente do Boavista está registada nas finanças com um capital social de apenas 3 mil euros, apesar de ter pago uma viagem de mais de 100 mil para uma suposta entrevista de emprego. 
 

Sobre "Jornal das 8"