Empresa sem margem para ficar com todos os estivadores

A Operestiva, empresa portuária de Setúbal, reconhece que precisa de os estivadores que estão em greve, mas assegura que nunca os poderá contratar todos